Bastante indicada para comércios, a energia limpa cresce no ramo de supermercados, por reduzir os custos de operação e aumentar a competitividade do negócio.
A conta de energia elétrica sempre foi um dos maiores gastos de estabelecimentos comerciais como supermercados. De acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), a conta de energia já supera o valor do aluguel e só fica atrás da folha de pagamentos. Somente a conta de energia elétrica pode representar um gasto de R$ 3,5 bilhões no varejo supermercadista. Esses valores onerosos, segundo a ABRAS, acontecem principalmente se o estabelecimento possuir açougue e padaria próprios, devido ao uso de refrigeradores e fornos elétricos.
“A economia para a minha empresa, depois que instalei o sistema de energia solar fotovoltaica, foi bastante significativa. Com certeza um dos principais benefícios do investimento é a redução de custos com energia elétrica”, comenta Lilian. Leia Mais

Awesome Image

Lilly Anderson

Author

Denouncing pleasure and praising pain was born and I will give you a complete account of the system, and expound the actual teachings of that of the truth.